O guia definitivo das 12 melhores atrações de Salvador

Posted on

Passear pelas ruas de Salvador, na Bahia, é uma experiência cultural singular. Quase cinco séculos após sua fundação, a cidade — primeira capital do Brasil — ainda preserva muitas das construções que datam do início da época colonial e mantém sua característica plural e acolhedora.

Por isso, ao contrário do que muitos poderiam pensar, as atrações de Salvador vão muito além de seu famoso carnaval. Na metrópole, praias, ruas, igrejas e prédios históricos convivem em plena harmonia e dão o tom da vida sob o escaldante sol da Bahia.

Quer saber como aproveitar intensamente tudo de bom que a capital baiana tem a oferecer? Confira a seguir nossa lista com as 12 melhores atrações de Salvador e viva o melhor do turismo de experiências!

1. Elevador Lacerda: o marco da cidade

Cartão-postal muito conhecido, o Elevador Lacerda foi construído em 1863. Todos os dias, milhares de turistas e moradores de Salvador sobem e descem no elevador, que conecta a entrada do Pelourinho, na Cidade Alta, à Cidade Baixa, onde ficam pontos turísticos importantes como a marina e o Mercado Modelo.

Com imponentes 73 metros de altura, o Elevador Lacerda ganha um visual especialmente bonito durante a noite, quando sua torre e passarela são iluminadas por luzes internas e externas.

Leia também: 4 razões para visitar a Bahia nas próximas férias

2. Igreja de São Francisco: ícone da era barroca

O estilo barroco, que influenciou grandes artistas no período entre os séculos XVI e XVIII, está representado em igrejas e construções por toda a cidade de Salvador. Um dos maiores ícones do movimento é a Igreja de São Francisco.

Por fora, sua construção é marcada pela cor cinza, que predomina nos blocos e estátuas. Em seu interior, o revestimento em ouro de todos os detalhes da capela dão a dimensão da grandeza da obra.

3. Pelourinho: um bairro histórico

O Pelourinho, bairro mais famoso de Salvador, é a expressão da diversidade, da simpatia e dos valores históricos da cidade. As casas coloridas e vielas graciosas fazem do local um ponto turístico obrigatório para quem vai à capital baiana.

Caminhar pelas ruas de pedra e admirar as construções da época colonial são experiências culturais divertidíssimas. Além disso, é possível comprar pequenas lembranças e, claro, tirar fotos com as tradicionais baianas.

Para caminhar pelas íngremes ladeiras do Pelourinho, a dica é usar roupas leves e calçados confortáveis.

4. Praia do Buraquinho: doces águas de Salvador

Que tal dar um tempo nos mergulhos em águas salgadas e tomar um refrescante banho de água doce? Na região metropolitana de Salvador, a Praia do Buraquinho é o lugar perfeito para isso.

Localizada no município Lauro de Freitas, a praia de  areia clara é muito arborizada e conta, na orla, com bares e restaurantes que servem as delícias da culinária baiana.

A boa infraestrutura torna a Praia do Buraquinho uma boa opção para visitantes de todas as partes do mundo em busca das sensações inesquecíveis do turismo de experiências.

5. Acarajé da Cira: uma pedida ‘quente’

Acarajé da cira Foto: Sebastião Bisneto

Experimentar o prato mais famoso da Bahia é atividade indispensável para quem se aventura em terras soteropolitanas e, para viver esta experiência gastronômica baiana em sua plenitude, o Acarajé da Cira é o lugar.

A tenda da Dona Cira está há mais de 30 anos no bairro de Itapuã e é a mais procurada da cidade. Se você gosta de pimenta, vá de acarajé baiano ‘quente’ — como são chamados os pratos bem apimentados.

Provar esta iguaria é, certamente, um bom motivo para visitar a Bahia nas próximas férias!

6. Igreja de Nosso Senhor do Bonfim: o patrono das fitinhas

Faça seus pedidos e amarre a fita do Nosso Senhor do Bonfim no pulso. Para garantir a bênção, arrume as malas e parta para Salvador, mais precisamente para a Igreja de Nosso Senhor do Bonfim, local onde são vendidas as célebres fitinhas.

Além dos coloridos adereços, os atrativos ficam por conta da capela propriamente dita, situada no topo da Escadaria do Bonfim.

A construção data da era barroca, mas carrega o estilo neoclássico. As paredes externas são um show à parte, decoradas com elegantes azulejos portugueses. Vale a pena conferir!

7. Praia de Itapuã: refúgio e tranquilidade

Com belos coqueiros e um clima mais tranquilo que o centro de Salvador, a Praia de Itapuã é o passeio certo se você deseja descansar e curtir a Bahia em um ritmo calmo. A maré é baixa, o que reforça a sensação de tranquilidade.

Além do clima tropical, da paz e das águas claras do mar de Itapuã, outra atração muito interessante é o Farol de Itapuã, erguido sobre a Pedra Piraboca.

8. Mercado Modelo: artesanato e tradição

Dica certeira para quem deseja conhecer mais de perto as expressões culturais populares da Bahia, o Mercado Modelo foi construído em 1961 e reúne, em diversos boxes, artesãos que expõem e vendem seus tradicionais artesanatos. Berimbaus, roupas, tambores, cachaças, redes de dormir e artigos de enxoval são alguns dos itens à venda.

A principal forma de chegar ao Mercado é descer o Elevador Lacerda. Portanto, turistas que passam pelo local podem aproveitar a oportunidade para conhecer, em um curto passeio, dois dos mais importantes pontos turísticos de Salvador.

9. Farol da Barra: vista privilegiada

O Farol da Barra é o lugar para apreciar e fazer grandes fotos do mar de Salvador!

Erguida há mais de 300 anos, a construção segue firme e forte como um dos grandes cartões-postais da Bahia.

A razão pela qual o farol resiste bravamente à ação da maresia é que ele foi construído dentro do Forte de Santo Antônio da Barra, lugar servia de posto para os militares que vigiavam a baía de Salvador e hoje é atração para turistas do mundo todo.

10. Praia da Barra: de Salvador para o mundo

Na Praia da Barra, tranquilidade e agitação convivem lado a lado. Todos os dias, a presença de surfistas, turistas e vendedores ambulantes dão ao seu entorno um toque especial, enquanto o belo mar e as areias aconchegantes complementam a energia do local.

Os bares e quiosques são uma ótima pedida para beber algo, provar os apimentados tira-gostos e estimular o paladar. Tudo num clima amigável e com um belo visual.

Esses e outros quesitos atraíram a atenção da imprensa internacional, e o jornal britânico The Guardian classificou a Praia da Barra como a terceira melhor do mundo.

11. Rio Vermelho: agitação o ano inteiro

Para aproveitar a noite de Salvador e sentir a brisa ao ar livre, vá ao endereço certo: o bairro Rio Vermelho. Agitado como o Carnaval da Bahia, o Rio Vermelho é o reduto da boemia soteropolitana, com grande número de casas noturnas e bares.

Além de estabelecimentos que servem porções e petiscos acompanhados de cerveja e drinques, há vários restaurantes com pratos tradicionais da culinária baiana. O ambiente descontraído e informal completa a atmosfera acolhedora do bairro.

No bairro ficam atrações como a Casa da Mãe, o Templo de Iemanjá, o Café Portela e o famoso Chupito, bar localizado na orla da Praia da Paciência.

12. Praia do Flamengo: águas quentes

Nas águas mornas da Praia do Flamengo há pouco movimento de banhistas, pois o mar não é tão calmo como em outros pontos de Salvador. Sua temperatura agradável, contudo, é uma boa recompensa para aqueles que desafiam a maré agitada.

Outros atrativos do lugar são seus bares, quiosques e a paisagem deslumbrante e calma, propícia para assistir ao entardecer do sol à beira-mar.

Viu como Salvador oferece experiências turísticas que vão muito além do Carnaval? Para aproveitar todas essas atrações, o ideal é usar as dicas do post de hoje e traçar um roteiro cheio de experiências culturais maravilhosas.

Gostou das informações? Tem sugestões para compartilhar com a nossa comunidade de viajantes? Deixe seu comentário e contribua para enriquecer as experiências de outros leitores!